Fique por dentro

As Regionais

Grupos de Trabalho

 A História      

          A FeNEA – Federação Nacional de Estudantes de Arquitetura e Urbanismo do Brasil tem origem nos primeiros Grêmios de Arquitetura fundados no país. Desde 1932 esse movimento organiza-se através de amplas discussões sobre Arquitetura e Urbanismo, suas condições de ensino, o papel da Universidade e a conjuntura político-social brasileira.

       A ENEBA - Executiva Nacional dos Estudantes de Belas Artes foi a primeira organização dos estudantes de Arquitetura, que a partir de 1953 passou a se chamar Executiva Nacional dos Estudantes de Arquitetura.

      Com o golpe militar em 1964 a Executiva foi extinta. Em 1972, com a realização do I ENEA – Encontro Nacional de Estudantes de Arquitetura e Urbanismo, na cidade de São Paulo, o movimento estudantil de arquitetura e urbanismo retomou suas atividades ainda de forma clandestina.

      Naquele momento, os Encontros tornaram-se a maior oportunidade de articulação dos estudantes, e a partir de 1979, com o IV ENEA Salvador, na Faculdade de Arquitetura da UFBA passaram a acontecer anualmente. Este ENEA contou com cerca de 550 participantes, e teve como tema O Arquiteto e a Sociedade atual.

   No V ENEA Rio de Janeiro (1980), os estudantes se estruturaram como uma Pró-Secretaria de Arquitetura da UNE, submetendo-se ao seu estatuto e órgãos deliberativos. No IX ENEA Olinda (1985) a Pró-Secretaria tornou-se a ENEA - Executiva Nacional de Estudantes de Arquitetura (de sigla homônima a do Encontro Nacional), e aprovou estatuto próprio.

    Em 1986, durante o X ENEA Rio de Janeiro foi proposta a criação de uma entidade representativa. No XII ENEA Belém (1988) a ENEA transformou-se em uma Federação – a FeNEA – com seu estatuto aprovado no XIII ENEA Belo Horizonte (1989). 

   No XVI ENEA Londrina (1992) aprovou-se novo estatuto, com publicação no Diário Oficial da União. Firmou-se então a FeNEA como realidade institucional e representação oficial de todos os estudantes de arquitetura e urbanismo do Brasil. No XXII ENEA Rio de Janeiro (1998) e no XXVII ENEA Ouro Preto (2003) o estatuto foi revisado, passando por algumas atualizações. Em 2008 na Plenária Final do ENEA Belém, o estatudo sofreu suas ultimas alterações para se adequar as mudanças feitas no Código Civil.

Sobre a logomarca:
      A logomarca da FENEA foi criada em 1989 por Claudio Parreiras Reis, na época aluno do 9º período da Arquitetura da UFMG e atualmente Arquiteto e Professor do UNIBH. Concebida para ser a logomarca do XIII ENEA Belo Horizonte em 1989, foi logo adotada para ser a logo da FENEA. Ela é composta de 3 elementos geométricos (retângulo, triângulo e círculo), mais 3 quadrados internos e utilizando 3 cores (preto, cinza e vermelho), desenhados à mão livre em gesto contínuo, simbolizando uma arquitetura construída com razão e sensibilidade.


 
        

    

* Desenhos: Claudio Parreiras 
Prof. no Centro Universitário de Belo Horizonte - unibh





Gestões da Diretoria Executiva:
        Conheça quem já passou pela diretoria da FeNEA!

    ● Gestão 2012 - 2013
       Gestão 2007 - 2008   

 
  
     Gestão 2004 - 2005