Regional Nordeste
Histórico
Lista de faculdades
Diretoria
Contato NE

A Federação Nacional dos Estudantes de Arquitetura e Urbanismo precisa atingir a maioria dos estudantes desse curso para que a sua representatividade seja, de fato, exercida em sua mais plena forma. Para isso, ela se divide em seis Regionais, que trabalham de forma mais próxima dos estudantes e se organizam de forma independente das regiões geográficas oficiais. 

A Regional Nordeste é uma delas e é composta, atualmente, pelos nove estados da versão oficial, somando 37 escolas de Arquitetura e Urbanismo. 

Até 2008 os encontros que aconteciam no Nordeste do Brasil faziam parte de uma ação conjunta entre as Regionais Norte e Nordeste (EREAs Norte-Nordeste). No EREA Maceió 2008 foi decidido pela separação das atividades entre estas duas regionais, resultando no I EREA NE na cidade de Aracaju, em Janeiro de 2009. 

Em meados de 2008, no CoREA Barra de São Miguel, já se apontava o desejo de integração dos estados do Piauí, Maranhão e Ceará à Regional Nordeste e assim consolidar os trabalhos existentes. Também nesta época, já haviam iniciados os debates sobre o Regimento Interno da Regional Nordeste, que previa, dentre outras coisas, a subdivisão em três mini-regionais.

Como se viu com o passar do tempo, o Regimento Interno só foi aprovado na Plenária do EREA São Luís, em janeiro de 2012. Porém, as mini-regionais já estavam funcionando há algum tempo antes desta data. 

Estas mini-regionais são divisões propostas para que a articulação de projetos, demandas e lutas sejam mais próximas das realidades dos estudantes. Não existem cargos representativos para cada mini-regional. Elas se dividem em mini-regional 1 (Bahia, Sergipe e Alagoas), mini-regional 2 (Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte) e mini-regional 3 (Ceará, Maranhão e Piauí).

Os Mambembes têm sido os projetos onde a subdivisão mais fica evidente, pois cada mini-regional organiza um Mambembe, que com o tempo acostumou-se a abarcar prioritariamente os estudantes dela. 

Atualmente, a regional tem passado por um momento de grande integração entre os estudantes, com foco para a descentralização de cursos já consolidados no movimento estudantil de arquitetura e urbanismo, onde estão sendo abarcados cada vez mais estudantes e cursos novos.

A Diretoria Regional é responsável pela relação da FeNEA e as entidades que compõem sua base, os Centros e Diretórios Acadêmicos. O trabalho da Diretoria Regional é fundamental para que a representação da Federação esteja cada vez mais próxima ao estudante.

Gestão 2013/2014
Simone Lima (Arapiraca - UFAL)
Victor Hugo "Mombijou" (São Luís - UEMA)
Assessor Henrique Magno (Aracaju - UFS)

Gestão 2012/2013
Carina Oliveira (Salvador - UNIFACS)
Igor dos Santos (Natal - UFRN)
Assessor João Gustavo (Salvador - UFBA)
Assessor Petrus Fernandes (João Pessoa - UFPB)
Assessor Simone Lima (Arapiraca - UFAL)

Gestão 2011/2012
Lumena Adad (Teresina - UFPI)

Bárbara Laís Felipe (Natal - UFRN)

Assessora Sofia Carvalho Cavalcante (Fortaleza - UFC)
Assessor Igor dos Santos (Natal - UFRN)

Gestão 2010/2011
Alex Viana (João Pessoa - UNIPÊ)
Juana Bastos (Maceió - UFAL)
Assessora Eunice O. Aquino (Aracaju - UNIT)

Gestão 2009/2010
Alex Viana (João Pessoa - UNIPÊ)
Flávia de Assis (Natal - UFRN)
Assessora Eunice O. Aquino (Aracaju - UNIT)
Assessora Júlia Machado (Recife - UFPE)

Gestão 2008/2009
Flávia de Assis (Natal - UFRN)
Taise Farias (João Pessoa - UFPB)
Assessora Carine Paranaguá (Salvador - UNIFACS)

Gestão 2007/2008
Vanessa Lopes da Silva (Maceió - CESMAC)
Yuri Teixeira e Sousa (Salvador - UNIFACS)
Assessora Taise Farias (João Pessoa - UFPB)

Gestão 2006/2007
André Orsini (Natal - UFRN)
Vanessa Lopes da Silva (Maceió - CESMAC)
Assessora Carla Mendes Alves Pinto  (Maceió - UFAL)
Assessor Yuri Teixeira e Sousa (Salvador - UNIFACS)

Gestão 2005/2006
Marcelo Pereira de Quadros (Recife - UFPE)
Tadeu de Brito Melo (Aracaju - UNIT)

Gestão 2004/2005
Íria Rocha Cavalcante de Almeida (Maceió - UFAL)
Leila Araujo Guilhermino (Natal - UFRN)
Pedro Freire de Oliveira Rossi (João Pessoa - UFPB)


Os CoREAs - Conselhos Regionais de Entidades Estudantis de Arquitetura e Urbanismo - têm um caráter maior de articulação entre os Centros e Diretórios Acadêmicos, de forma que eles se estruturem e possam levar as discussões da Federação para os estudantes que representam. Eles são espaços de discussão mais intensa sobre todos os projetos da Federação, sobre seus posicionamentos, seus objetivos e seu trabalho. Eles acontecem durante toda a gestão contando com uma estrutura bem menor que a dos encontros, sem taxa de inscrição e totalmente abertos a participação de todos os estudantes.

Na Regional Nordeste, acontecem três CoREAs ordinários por ano, sendo um deles reduzido, acontecendo durante o Encontro Regional.


Encontros são os maiores e mais conhecidos projetos idealizados, organizados e promovidos pela FeNEA, possuem um caráter amplo por abordarem temas relativos a arquitetura e urbanismo, assim como seu ensino, pesquisa e extensão. 

Eles têm como principal objetivo promover a troca de experiências e o debate entre os estudantes de arquitetura e urbanismo do país, e por serem momentos de grande concentração de pessoas, o resultado desse convívio não poderia ser diferente: um grande diálogo vivo, frutífero e aberto entre os diferentes estudantes e suas diferentes culturas e realidades.




O Mambembe tem como objetivo promover um diálogo entre o estudante e sua cidade, conhecendo-a e contestando-a através da criação de um olhar crítico; e a expansão dessa nova visão para os visitantes de forma a ir além da simples visão do turista. Essa convivência finda por articular as faculdades do nordeste pela troca de experiências e conhecimentos inevitável no decorrer do evento.

Os mambembes que já aconteceram foram:

 
 
Mambembe Salvador 
2012
Mambembe Recife 2012  
 
 
Mambembe Campina Grande 2013
Mambembe Laranjeiras 2013
Mambembe 
São Luís 2013






Ċ
Thiago Melo,
3 de abr de 2014 22:42